in

Covid: Casos de Guillain-Barré são registrados no Brasil após vacinação

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) alertou sobre alguns casos da Síndrome de Guillain-Barré após a vacinação da Covid-19, os casos apareceram não só no Brasil, mas também em outras partes do mundo. 

Na última quarta-feira(28), a Anvisa relatou que recebeu 27 notificações de casos suspeitos da Síndrome de Guillain-Barré após a imunização com a vacina AstraZeneca, também tiveram 3 casos com a vacina Janssen e outros 4 com a CoronaVac, totalizando 34 casos.

De acordo com a Anvisa a SGB é um distúrbio auto-imune grave onde o sistema imunológico danifica as células nervosas do corpo, os episódios após a vacinação são muito raros, porém já conhecidos e também relacionados com a vacina da Influenza (gripe). Ainda segundo a agência, a grande maioria das pessoas se recuperam totalmente do SGB. “O principal risco provocado pela síndrome é quando ocorre o acometimento dos músculos respiratórios. Nesse último caso, a SGB pode levar à morte, caso não sejam adotadas as medidas adequadas”, alertou a agência.

“É importante destacar que a Anvisa mantém a recomendação pela continuidade da vacinação com todas as vacinas contra covid-19 aprovadas pela Agência, dentro das indicações descritas em bula, uma vez que, até o momento, os benefícios das vacinas superam os riscos”, ressaltou a agência.

Após os casos pelo mundo, apesar de isolados, a Anvisa pediu que os fabricantes da Janssen, Astrazaneca e Coronavac incluam a possibilidade de SGB na bula. 

Os sintomas da SGB são: sensação de dormência ou queimação nas extremidades dos membros inferiores (pés e pernas) e, em seguida, superiores (mãos e braços).

Morango em creme gratinado

Bolo de iogurte de maçã – arrase com essa receita saborosa!